Fim

06fev09

Eu comentei já: Fim é triste. Sempre que termina bate uma dorzinha. E não importa o que que está terminando. Dói. Pode ser um livro, um show, um filme, um dia agradável, as férias, o relacionamento. Com a gente aconteceu também. Sempre tem um fim e dói. Eu temo que doeu mais pra você do que pra mim. Foi pra mim que acabou primeiro. Eu senti sozinha a dor de acabar pra mim, talvez o sentimento, talvez a confiança, e depois senti a dor de te dizer. Mas você sentiu a dor de ter que me ouvir. E de ter que aprender a acabar com tudo sozinho, de aguentar meu silêncio, de seguir em frente enquanto eu já tentava. Eu fui injusta, eu sei. Eu falei um não sonoro “acabou”, e fiquei quieta tentando seguir em frente. Fui injusta, egoísta, mal educada, errada, e um monte de adjetivos não muito bonitos. Fui, não me orgulho, e não vou pedir desculpas, porque talvez eu não mereça. E é a primeira vez que eu falo, de uma vez, que esse é um fim de verdade. Eu vou chorar e achar dolorido, não por acabarmos, mas pela forma. Talvez seja uma dor egoísta por não te ter mais por perto do jeito que eu esperava. E eu vou sentir sua falta, mas vou seguir bem. E não vou mais me alongar pra dizer: fim.

 

 

 

— história velha que não saiu dos rascunhos, eu acho. só pra atualizar a coisa.

Anúncios


One Response to “Fim”

  1. O jeito doce que você escreve me dá saudades de quem eu já fui. Doce… acho que realmente é o melhor adjetivo.

    Beijo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: