pequeno desabafo em letras minusculas

17fev10

como é que a gente sabe se é boa suficiente pra algo? eu fico esperando a hora que alguém vai me dizer que eu sou boa, de verdade. pai e mãe não conta, obviamente. a verdade é que eu fico esperando um reconhecimento da minha capacidade escrito em letras garrafais num outdoor gigantesco de uma avenida movimentada. e não é assim que a vida funciona. a não ser que você esteja fazendo propaganda de um livro de auto-ajuda duvido que apareça uma imagem sua com dizeres “eu posso, eu consigo, eu sou demais” no intervalo da novela das oito (das nove? das dez?) na rede globo.

talvez se eu acreditasse um pouco mais no pai e na mãe que insistem que eu sou talentosa, inteligente ou capaz, eu realmente os fosse. se eu acreditasse e fosse ao menos um pouco, talvez eu gostasse mais de desafios. e desafios engrandecem as pessoas que os superam, e depois elas ficam mais capazes.

eu tenho um medo gigantesco de determinados desafios. daqueles medos que me fazem preferir ficar em casa, de cama, numa eterna gripe à sair e levar uns tapas na cara da mão forte da vida. agora, por exemplo, eu estou me perguntando porque essa reação alérgica às folhinhas do pé de acerola não me deixou mais vermelha e empipocada pra poder me esconder na cama. claro que só faço isso pois tem um desafio de sete cabeças parado bem aqui, na minha frente. se eu der um passo, pequeno que seja, sou uma forte candidata a cortar pelo menos umas três cabeças do monstro numa luta cheia de tortura e sangue espirrando por todos os lados. mas tenho medo e faço o possível para adiar o passo ou achar outros caminhos. enquanto isso eu fico suficientemente parada pra evitar desequilibrar e acabar por dar o passo só pra restituir o equilíbrio e não ir parar no chão.

só que tá errado. se eu quero que exaltem essa minha capacidade, minha inteligência ou meu talento, eu preciso, no mínimo, enfrentar os desafios que me aparecem. e tem vezes que as pessoas mostram que acreditam que eu sou boa o bastante de forma muito mais sutil que aquela minha ideia ridícula de outdoor: elas me presenteiam com uma oportunidade. ou um desafio, chame como quiser. porque, provavelmente, a parte que me presenteia não sabe exatamente o tamanho do desafio, e acredita ser apenas uma oportunidade. pra mim é um pouco dos dois. é uma desafiante oportunidade de mostrar que eu sou capaz e que quem acredita nisso está um pouco certo. acho que vou dar o passo logo e dar a cara a tapa.

Anúncios


9 Responses to “pequeno desabafo em letras minusculas”

  1. É bom aceitar desafios mas tb é bom ter alguma noção dos seus próprios limites. Melhor estabelecer pequenas metas alcançáveis, realmente alcançá-las e aumentar sua própria confiança e moral do que querer demais, não conseguir nada e ficar no zero a zero.

    Medo é normal, só tenta botar umas pitadinhas de autocontrole e coragem ae que as coisas vão se encaminhando. E se não conseguir sozinha, bem, pra isso servem os amigos :)

  2. Medo é normal mas não seja covarde se não você pira!
    Seje homem uaheue no sentido de encarar da palavra.

  3. Nunca pensei nas possíveis conseqüências que uma derrota poderia me causar. Sempre me foquei nas conseqüências das vitorias.

  4. Todo mundo tem medo e se nao há o medo, não se cria coragem pra fazer direito. E quando fazemos direito.. ah, é tão bom né?

  5. Acho que nós não devemos esperar nada das pessoas. Ser reconhecido é mais ou menos aquela frase: “enfeite seu jardim para que venham as borboletas”. Não devemos ter medo de enfrentar os desafios – ainda mais se estes forem um problema que vêem de algo que você gosta. Estude, pesquise várias alternativas, tenha coragem, esforce-se ao máximo para conseguir aquilo que quer e o sabe fazer.
    Mais importante do que o reconhecimento, é você estar de bem com você mesma. :)

  6. Ah, menina, a vida é toda cheia de momentos equilibrados ou não, mas tudo caminha para o equilíbrio. Porém, se você tenta fazer isso forçadamente, não dá certo. Aproveite as situações que a vida coloca na sua frente para descobrir os danados dos talentos, todo mundo tem, mas não sabe onde e como encontrá-los.

    Bjs :D

  7. isso era pro blog da vox…
    o problema é quando essa pessoa é chamda de amigo e lá no fundo vc a tem como algo mais…

    o medo sempre me faz desligar o cel.

    …!

  8. isso é pro post daqui…
    queria saber exatamente do que voce está falando,
    conheço as sensaaçoes nao a sua situaçao especifica, mas as situacoes especificas muitas vezes nao sao o determinante, por que o que costuma determinar qualquer situaçao é justamente a sensaçao que temos dela.
    Boa sorte Má.
    =*

  9. Sabe o que é engraçado?!
    li esse post hj, mas me lembrei mto dos emails q trocamos.
    …=)
    =*


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: